Para que nunca falte o pão

4

Santo António, amigo dos pobres, que
inspirais vossos devotos a vos honrar
oferecendo pão aos necessitados, eu vos
peço a graça de que nunca falte o pão à nossa
mesa, ganho com trabalho digno e justo.
Eu vos prometo, de minha parte, olhar
sempre com carinho pêlos mais
necessitados, oferecendo um pouco do pão
que tenho à minha mesa. Sobretudo,
ajudai-nos a buscar sempre o Pão vivo que
desceu do céu, que é o próprio Jesus Cristo
na Eucaristia, verdadeiro alimento para a
vida eterna. Vós, que tantas vezes o tivestes
em vossas mãos e aos outros o distribuístes
com piedade, fazei que também nós nos
aproximemos com amor deste Pão da vida.
Amém