Antônio e Maria viveram e geraram o Amor

Moacir Beggo

 Rio de Janeiro (RJ) – O décimo primeiro dia da Trezena de Santo Antônio no Convento do Largo da Carioca, nesta segunda-feira, 10 de junho, teve como pregadora a Ministra da Ordem Franciscana Secular da Fraternidade do Convento, Patrícia de Moraes, para falar sobre o tema “Santo Antônio e Maria, mãe da Igreja”.

O guardião do Convento, Frei José Pereira, presidiu a Celebração Eucarística e explicou que, hoje, a Igreja celebra a memória da “Bem-aventurada Virgem, Mãe da Igreja”, inscrita no Calendário Romano Geral pelo Papa Francisco no ano passado. No Decreto “Ecclesia Mater“, Francisco descreve o decreto para favorecer o crescimento do sentido materno da Igreja nos pastores, nos religiosos e nos fiéis, como, também, da genuína piedade mariana.

Patrícia, que é mestra em Teologia Bíblica, fez a sua reflexão a partir da sua própria experiência de mãe. “Toda menina sonha um amor. Toda menina cuida de sua bonequinha como se fosse um bebê e embala um sonho de maternidade em seu pensamento. Quando cresce um pouco mais, cultiva em seu coração esta possibilidade, ainda que inconscientemente, e, já adulta, pode enfim realizar seu sonho. A menina torna-se então mãe biológica, mãe do coração ou mãe espiritual. Não foi diferente com Maria. Maria não só sonhou um amor mas gestou em sua carne o amor por excelência, deu à luz à grande luz, o sol da santidade, luz a qual o mundo não pode conter”, disse.

Segundo a ministra da OFS,  Maria tornou-se a mãe do Amor. “E o Amor é, em si mesmo, esvaziamento, doação, entrega total até as últimas consequências. Maria acompanhou o Amor e, em sua dor, quando não conseguia entender a grandiosidade do Mistério, contemplava e guardava tudo em seu coração, no baú da fé. Tornou-se discípula do Amor. Serva humilde e fiel. Ao pé da cruz, no seu sim incondicional do início ao fim, gerou novos filhos, também eles, discípulos do Amor”, acrescentou.

Segundo a pregadora, Maria agora já não é do gênero feminino ou do gênero masculino. “Ela é do gênero humano!”.

“Maria é mãe biológica, mãe do coração, mãe espiritual. Do seu sim incondicional, do início ao fim, em comunhão plena com o Amor, Maria tornou-se a mãe de todos os filhos que nasceram do sim dado pelo Amor, Maria tornou-se a Mãe da Igreja”, refletiu.

Patrícia destaca que Maria, enquanto mãe, carrega o Menino no ventre; Santo Antônio carrega o Menino no colo. “A vida do santo é um espelho da vida da santa. Santo Antônio viveu o caminho do discipulado, da fé e das virtudes marianas. O grande teólogo, Doutor da Igreja, viveu louvando Maria porque de sua maternidade humana e divina o Amor se encarnou entre nós e nos redimiu, morreu entoando a antífona mariana, rezada na oração da manhã das festas de Nossa Senhora. Ambos geraram e viveram o Amor. Que essa reflexão possa fazer com que também nós possamos gerar e viver o Amor”, completou.

COMO SER FRANCISCANO SECULAR?

O Capítulo 1 da Ordem Franciscana Secular define assim a vida e missão dos leigos que professam na terceira Ordem de São Francisco de Assis. “Entre as famílias espirituais, suscitadas pelo Espírito Santo na Igreja, a Família Franciscana reúne todos aqueles membros do Povo de Deus, leigos, religiosos e sacerdotes, que se sentem chamados ao seguimento do Cristo, à maneira de São Francisco de Assis. Por modos e formas diversas, mas em recíproca comunhão vital, eles querem tornar presente o carisma do comum Pai Seráfico na vida e na missão da Igreja. No seio da dita família, ocupa posição específica a Ordem Franciscana Secular que se configura como uma união orgânica de todas as fraternidades católicas espalhadas pelo mundo e abertas a todos os grupos e fiéis. Nelas, os irmãos e as irmãs, impulsionados pelo Espírito a atingir a perfeição da caridade no próprio estado secular, são empenhados pela Profissão a viver o Evangelho à maneira de São Francisco e mediante esta Regra confirmada pela Igreja”.

Escreva para o Convento Santo Antônio ou para a sede nacional da OFS, no Rio de Janeiro pedindo informações.


Convento Santo Antônio
Largo da Carioca s/n, Rio de Janeiro – RJ
Fone (21) 2262-0129
ofssantoantoniocarioca@gmail.com

Ordem Franciscana Secular do Brasil
Rua Adro de São Francisco, s/n, Saúde,
Zona Portuária, Rio de Janeiro – RJ.
CEP 20081-290 – Fone: 55 (21) 2240-4565
ofsbr@terra.com.br


VEJA MAIS IMAGENS DA CELEBRAÇÃO EUCARÍSTICA DA TREZENA DE SANTO ANTÔNIO