Alemanha: mosteiro aberto aos refugiados sírios

refugiados-siriosDom Gebhard Fürst, Bispo de Rottenburg-Stuttgard, Alemanha, quer colocar à disposição dos refugiados sírios os espaços disponíveis do mosteiro beneditino de Weingarten. Em entrevista publicada nesta segunda-feira pelo jornal “Schwäbische Zeitung”, Dom Fürst definiu a iniciativa um apelo a outras instituições “a reagir rapidamente diante de uma emergência cada vez mais grave”. O bispo anunciou que quer “tornar prioritário o problema dos refugiados nos próximos meses”. No entanto, “não existe um plano definitivo”.

Várias vezes, o bispo tinha manifestado a disponibilidade de sua Diocese em acolher e cuidar dos refugiados. “Durante um congresso em Weingarten, dedicado a São Martinho, amadureci finalmente a decisão de agir. São Martinho partilhou de seu próprio manto com o pobre: de um ponto de vista simbólico, isto vale também para os espaços ociosos”, explicou.

“Precisamos assumir os problemas destas pessoas que perderam tudo. É um mandamento do amor cristão pelo próximo”. “É uma proposta muito boa, um ótimo objetivo”, comentou o Pároco Ekkehard Schmid da Paróquia de São Martinho, próxima ao mosteiro e à qual pertence a basílica.

“A ideia de abrir este espaço para acolher os refugiados foi ponderada muitas vezes. Agora é preciso avaliar os espaços e preparar a integração dos refugiados na vida cotidiana de Weingarten”, concluiu.

Fonte: Rádio Vaticano